Após Bendine contar que as fraudes no BB superam R$ 1 bilhão, como alguém pode ficar contra a privatização?

0
488

Segundo Aldemir Bendine, em seus depoimentos à Polícia Federal, o esquema de fraudes no Banco do Brasil ultrapassa R$ 1 bilhão. É desvio que não acaba mais.

Ainda segundo Bendine, a própria Petrobrás que ele dirigiu após presidir o BB foi envolvida no esquema por meio de notas de crédito.

Mesmo assim há aqueles que bradam loucamente contra a privatização. É como se quisessem tapar os olhos diante da roubalheira nas estatais. Muitos podem até se iludir com o discurso de que empresas privadas também cometem fraudes, mas a diferença é que o dinheiro da empresa privada vem apenas dos clientes, e quando há fraudes cabe aos próprios clientes e aos acionistas da empresa tomarem uma providência, mesmo que seja jurídica. Já no caso das estatais o dinheiro é sempre do povo, um dinheiro que é tirado a força por meio de impostos.

As quantias são abusivas.