Cabral radicaliza na galhofa e diz que presídio de ensino superior tem que ter “melhores condições”

0
696

Depois que o ex-governador Sérgio Cabral foi pego portando alimentos não permitidos em sua cela, a página de apoio ao político decidiu dar piti.

Segundo o Globo, “o antigo perfil do ex-governador, transformado em ‘Apoio a Sérgio Cabral” em setembro, defende que ‘naturalmente um presídio de ensino superior tem que ter melhores condições que os demais'”.

O autor da mensagem bizarra diz que não tinha nenhum camarão na cela, “tanto não tinha que não tem uma foto de camarão nenhum”. Porém nenhum comentário foi feito sobre o presunto cru português, que custa R$ 225 o quilo.

Com lembra a matéria, “até o momento, o post colecionou 351 reações, sendo 157 risadas. Outras 71 pessoas não gostaram do que leram, marcando a mensagem com uma carinha brava”.