Cada vez mais esquerdista, Editora Abril demite mais de 100 funcionários

0
1445

Em grave crise econômica, a Editora Abril – responsável pelas revistas Capricho, Claudia, Exame, Mundo Estranho, Placar, Quatro Rodas, Superinteressante e Veja, entre outras – anunciou a demissão de mais de 100 funcionários. O corte ocorre um mês após o publicitário Walter Longo deixar a presidência da empresa. As informações são do ILISP.

O corte pode chegar ao número de 170 pessoas até fevereiro. As verbas rescisórias a serem pagas aos demitidos devem ser parceladas em até 10 vezes.

 

O prédio que a editora atualmente ocupa no bairro de Pinheiros deve ser substituído por um escritório menor e mais barato em outra região da cidade.

Vale ressaltar que o carro chefe da editora, a Revista Veja, está se tornando cada vez mais esquerdista, principalmente depois da entrada de André Petry na direção da Revista Veja, em 2016.