Defesa de Lula quer que Odebrecht explique novos documentos, mas é o ex-presidente que tem que se explicar

0
4297

Os advogados de Lula, preocupados e muito ocupados tentando evitar a iminente prisão de seu cliente, não gostaram muito do fato de Marcelo Odebrecht em que constam as transações para a compra do terreno do Instituto Lula.

Segundo a Veja, na petição entregue ao juiz Sergio Moro, o advogado Cristiano Zanin afirma que o magistrado aceitou a nova documentação sem “questionamentos adicionais acerca das condições em que obteve acesso ao referido material”. Zanin também questiona o fato de só agora o material aparecer, mesmo estando em posse da Lava-Jato em Curitiba.

Seja como for, quem precisa explicar alguma coisa não é Moro e nem Marcelo, mas Lula. Moro apenas aceitou uma possível prova, e Odebrecht a entregou. Se a defesa de Lula pudesse provar a falsidade dos documentos ou mesmo sua invalidade jurídica bastaria que o fizesse para anular a prova.