Duas grávidas são assassinadas na região metropolitana do Rio nesta 2º e ONG’s nem se pronunciam

0
139

Duas mulheres grávidas foram assassinadas ontem, 12, uma na Baixada Fluminense e outra na Vila Vintém. Grávida de 5 meses, Katyara Pereira da Silva, de 31 anos, foi encontrada morta dentro de casa, em Belford Roxo. O bebê também estava morto. Dandara Damasceno de Souza, que tinha 21 anos e estava grávida de 6 meses, foi atingida por um tiro no rosto, seu filho foi tirado em uma cesariana de emergência e internado em estado grave.

Ambos os casos não mobilizaram nenhuma ONG, nem mesmo as que dizem ser de “proteção à mulher”. Aliás, o assunto foi mencionado em alguns jornais como Estadão ou G1, apenas, sem gerar revolta. Aparentemente as ONGs se calaram, talvez, porque as duas mulheres foram mortas por bandidos. Obviamente veríamos um estardalhaço se a morte tivesse sido causada, ainda que acidentalmente, pelo disparo de algum policial ou soldado durante um tiroteio.

Nas duas áreas em que os crimes ocorreram não havia operações do Exército em andamento.