E no fim das contas quem fez conluio com inimigos da América foi ele: Barack Obama

0
11974

Leandro Ruschel comenta matéria espetacular do POLÍTICO cujo título é “The Secret Backstory of how Obama let Hezbollah off the hook”:

Essa é a reportagem investigativa mais espetacular do ano, talvez dos últimos anos, produzida pelo portal Politico, que está muito longe de apresentar um viés conservador.
Ela mostra como a administração Obama protegeu o Hezbollah para viabilizar o acordo nuclear com o Irã, abrindo espaço para que o grupo terrorista virasse uma maiores players no mercado de tráfico de drogas e armas do mundo, financiando o terrorismo e aumentando o poder iraniano.

A reportagem aborda em detalhes o papel da América Latina no esquema, especialmente do regime venezuelano, que seguindo os passos de Cuba, virou um hub para todo o tipo de atividade criminosa.

Ou seja, Obama, tão festejado pela imprensa global como um grande presidente foi na verdade o sujeito que garantiu recursos e poder para os maiores inimigos dos EUA e da Civilização Ocidental.

Obama não foi apenas o pior presidente da história americana, ele cometeu sério crimes. Quando será julgado por isso?

Agora há um detalhe ainda mais macabro: a indústria de censura dos EUA andou dizendo que as afirmações de Trump de que o Partido Democrata havia financiando o terrorismo eram “fake news”.

A mídia esquerdista deve ser desmascarada por isso também.

Ademais, a mesma mídia ficou meses dizendo que Donald Trump tinha conluio com os russos. Nunca provaram nada do que disseram. E agora descobrimos que Barack Obama tinha conluio com os inimigos da América.

É de fato a reportagem mais bombástica do ano.