Fachin afirma que não vê razão para STF mudar entendimento sobre segunda instância, mas é preciso ter cuidado

0
374

O ministro Edson Fachin afirmou ontem, 12, que não vê razões para alterar o entendimento do Supremo sobre prisão após condenação em segunda instância.

“Neste momento, há uma compreensão majoritária do Supremo Tribunal Federal e não vejo razões, nem teóricas nem práticas, para alterar essa deliberação”.

A notícia pode ser boa, mas é preciso ter cautela. Edson Fachin já aprontou algumas no STF, e ele também já fez campanha para Dilma Rousseff antes de ser ministro da Corte. Neste caso é melhor ficar de olhos bem abertos para o caso de alguma manobra sorrateira.