Filme anti-Trump de Michael Moore está atrasado por batalha legal com Harvey Weinstein

0
238

O socialista Michael Moore é outro daqueles que só gostam de dinheiro as custas dos que acreditam nele.

Agora ele está embretado numa batalha legal contra  Harvey e Bob Weinstein a respeito do lançamento de “Fahrenheit 11/9”, um documentário anti-Trump que funcionaria como uma continuação de seu filme “Fahrenheit 9/11”.

Só que os irmãos Weinstein querem de volta os 2 milhões de dólares já investidos na sequência e estão barrando o lançamento do filme, chegando a ameaçar a transferência para outro estúdio caso Moore não pague o dinheiro.

Inicialmente os irmãos Weinstein ofereceram 6 milhões de dólares para produzir o filme.  O problema é que os escândalos sexuais envolvendo Harvey Weinstein complicaram todos os negócios. Agora a empresa The Weinstein Co. está para ser vendida.

Moore usa a narrativa de que devolver os 2 milhões a Harvey Weinstein iriam “trazer um dano moral ao film por dar um cheque a um sujeito considerado um predador sexual”.

Bob Weinstein ainda se mantém aberto a conversas amigáveis. Com Moore é sempre bom ficar de olho, pois, como bom socialista, ele é ganancioso.