Início dos depoimentos do cúmplice J. Hawilla leva horror à Rede Globo

0
1360

José Hawilla, dono da empresa de marketing esportivo Traffic, é uma das testemunhas mais aguardadas no julgamento do escândalo de corrupção da Fifa.

Ele contou em depoimento para as investigações que acontecem em Nova York que pagou propina a cartolas latino-americanos, entre eles Ricardo Teixeira.

De acordo com Hawilla, o acordo que fez com Teixeira – que chamou de “uma das vozes e presenças mais importantes nas decisões” da Conmebol, visava garantir que a seleção brasileira disputasse as partidas da Copa América com “os seus melhores jogadores”.

Também contou que o ex presidente da CBF teria recebido pelo menos 10 milhões de dólares. Deu detalhes da origem do esquema de corrupção, que teria começado em 1987.

Agora, falta pouco para que os irmãos Marinho, donos da Rede Globo, se compliquem com a Justiça americana.

As informações são da Folha de S. Paulo.