Jandira diz que intervenção não se preocupa com a vida das pessoas. Mas e o apoio do PCdoB a Maduro?

0
577

A comunista Jandira Feghali fez um discurso na Câmara e ele tem sido reproduzido em blogs petistas. Abaixo vão alguns trechos:

“É uma situação lamentável. Qual foi o argumento? Preocupação com a vida das pessoas. Alguém acredita que Temer está preocupado com a vida das pessoas? Alguém em comunidade pobre acredita nisso?”, questionou a parlamentar.

“Um governante que jogou 14 milhões de mulheres homens, chefes de família no desemprego, que tirou direitos dos trabalhadores, que tirou dinheiro da saúde, onde as pessoas têm suas vidas salvas e estão morrendo por falta de assistência, que retirou dinheiro da assistência social, onde as pessoas pobres se beneficiam. Um governo que quer tirar a aposentadoria das pessoas mais pobres. Governo que quer tirar dinheiro da educação. Governo retira da juventude oportunidade de futuro”, acrescentou.

Pois bem…

Primeiro é preciso lembrar e reforçar, sempre que possível, que quem jogou os pobres na miséria e no desemprego foi o PT. O partido que Jandira defende ficou por quase 14 anos no poder e quando saiu deixou a economia em frangalhos. Temer, inclusive se tivesse feito tudo o que ela diz, foi colocado no poder pelas mesmas pessoas que apoiaram Dilma e Lula. De fato, ele não fez. Temer não gerou desemprego, nem tirou direitos e tampouco retirou dinheiro da saúde e da educação. Tudo isso já havia sido feito quando Dilma e Lula ainda estavam no poder.

O mais importante, de qualquer forma, é lembrar que a deputada não tem moral para questionar a preocupação dos outros com a vida dos mais pobres. Ela e seu partido apoiam, oficialmente, a ditadura vizinha de Nicolás Maduro. No regime socialista da Venezuela, a esmagadora maioria da população está morrendo por fome, falta de remédios e mais uma série de problemas, isso sem mencionar a repressão e a censura que sofrem.

Aliás, a deputada já sentou e conversou com os refugiados que estão vindo para o Brasil? Imagine que se venezuelanos vêm para o nosso país, que a deputada admite estar em frangalhos embora coloque a culpa em outros, isso é porque lá a coisa está muito pior.