Jornal do Brasil volta às bancas passando vergonha ao dar espaço para Lula pedir impunidade

0
408

Depois de oito anos fora das bancas, a edição impressa do Jornal do Brasil voltou ao mercado e, para não variar muito, tratou de dar pleno espaço para Lula defender sua impunidade.

O jornal não deu espaço para Sérgio Cabral e nem para Picciani, alegando que fez isso “em respeito aos leitores, aos eleitores e aos contribuintes do estado do Rio de Janeiro”. Ao dizer isso, no entanto, a nota da redação acabou confirmando que não respeita os pagadores de impostos do resto do Brasil, já que defende um corrupto duplamente condenado pela Justiça por ter roubado a população.

O artigo “A democracia precisa de muitas vozes”, que começa com a curiosa formulação verbal “Num um país”, veja: