Lula recebe mais um prêmio pela afronta à lei: STJ nega HC preventivo contra prisão

0
858

Não passa um dia sem que Lula e seus correligionários desafiem a lei, tripudiando sobre o sistema judiciário. Isso num país onde pessoas como Eduardo Cunha, Marcelo Odebrecht e Sérgio Cabral foram para a prisão sem fazer teatro e exigirem “condenação apenas nas urnas”.

O PT se oficializou definitivamente como um partido anticivilizacional. Se já atacaram Sérgio Moro por meses, agora passaram a atacar o TRF-4 depois que Lula foi condenado em segunda instância a 12 anos e 1 mês de prisão.

A última bravata se baseou num pedido de habeas corpus ao STJ para evitar a prisão de Lula.

Como informa O Diário Nacional, essa nova tática não deu certo, pois “o vice-presidente do Supremo Tribunal de Justiça, Humberto Martins, negou o pedido de habeas corpus impetrado pela defesa do ex-presidente petista Luiz Inácio Lula da Silva, condenado em segunda instância – no caso triplex do Guarujá – a 12 anos e 1 mês de prisão”.

A defesa de Lula havia pedido um HC preventivo. Entre as alegações risíveis, estava o fato de que ele seria pré-candidato à Presidência da República. Disseram que “uma eventual prisão atentaria contra o exercício da democracia brasileira”.

Ou seja, um desafio completo às leis. Se a moda pega, os bandidos condenados poderiam requisitar candidaturas para saírem da cadeia. Vergonhoso em todos os sentidos.

Seja lá como for, o truque não colou. O HC está rejeitado pelo STJ.