Nikki Haley anuncia que ONU foi pressionada a cortar 285 milhões de dólares do orçamento

0
2459

Mais um presentão de Natal da gestão Trump para os americanos. Sob pressão, a ONU teve que cortar 285 milhões de dólares no orçamento básico da entidade. O governo americano disse que esse é “um grande passo na direção certa”.

A Assembleia Geral aprovou um orçamento de 5,3 bilhões de dólares para o ano fiscal 2018-2019, pouco abaixo dos 5,4 bilhões solicitados pelo secretário-geral das Nações Unidas, Antonio Guterres.

Qual a razão da redução? Bem, vale lembrar que os EUA são os maiores contribuintes para o orçamento da ONU, fornecendo 22% do orçamento básico.

A embaixadora americana na ONU, Nikki Haley, deixou bem claro em um comunicado que a “ineficiência e gastos excessivos” da organização eram “bem conhecidos”. Por pressão nas negociações orçamentárias, a ONU foi forçada a fazer cortes e reduções financeiras nas “funções excessivas de gerenciamento e suporte”.

“Esta redução histórica de custos – juntamente com muitos outros movimentos para tornar a ONU mais eficiente e responsável – é um grande passo na direção certa”, acrescentou.

Vale lembrar que na semana passada Trump mandou a letra e disse que cortaria os fundos para os países que apoiassem a resolução da ONU rejeitando a decisão americana de reconhecer Jerusalém como a capital de Israel.