Okamotto diz que se Lula for preso “vai morrer do coração”. Devia morrer de vergonha.

0
455

Os petistas estão cômicos nos dias que antecedem o julgamento da Lava Jato. Já não bastasse Gleisi ter dito que seria preciso “matar gente” se Lula fosse preso – e depois recuar de forma vergonhosa dizendo que era “força de expressão” -, agora temos um show de “discurso sem noção” por parte de Paulo Okamotto, presidente do Instituto Lula

Ele disse que se Lula for preso, “não haverá uma revolução, infelizmente”.

Ele comentava sobre a afirmação bizarra de Gleisi.

Daí Okamotto disse: “Foi uma afirmação pessoal, uma força de expressão. Haverá uma comoção social. Vamos ficar chateados. Eu mesmo, se o Lula for preso, vou morrer do coração”.

Que situação ridícula. Um homem deste tamanho com um discurso desse? Toma vergonha na cara, Okamotto.

Não se sabe se ele vai morrer do coração. Mas deveria morrer de vergonha.