Início Site Página 3

Governo socialista da Paraíba lança cartilha recomendando que mulheres façam “cara de brava” para evitar assaltos

0

A Secretaria de Segurança da Paraíba, estado governado pelo PSB, resolveu dar dicas de “segurança” para os cidadãos. No site da Secretaria de Segurança e Defesa Social da Paraíba, a pasta responsável pelo policiamento do sexto estado mais violento do país, é dito que “se você se sente insegura ao andar à noite numa rua deserta, ou ao sair do banco com o dinheiro na bolsa, faça cara de brava, franza as sobrancelhas, fale alto consigo mesma”. A informação pode ser verificada na sessão de “segurança para mulheres”.

E tem mais. O site também instrui “quando estiver na rua, não escute walkman ou discman. Para estar a salvo, é preciso ficar atenta ao que acontece em volta”. Ou, ainda, que “antes de sair de um bar com algum desconhecido, ligue para um amigo, ou para sua própria secretária eletrônica, avisando a hora em que está saindo, para onde pretende ir e com quem está”.

Walkman? Secretária Eletrônica?

Pois é. Aparentemente o governo paraibano está mesmo vivendo o socialismo. Ele ainda está nos anos 80.

Quanto às mulheres, é assim mesmo. É desta forma que socialistas cuidam das mulheres que dizem tanto representar. A liberdade delas se resume a fazer cara feia para o assaltante.

Fracasso da caravana de Lula pelo sul é prova de que “comoção social” é puro blefe

0

A intenção do PT com as caravanas de Lula pelo país era a de mostrar que havia “comoção social” pela iminente prisão do condenado. Porém, as caravanas foram um fracasso.

Não só pela baixíssima adesão, mas também pelo fato de ter sido escrachado em diversas cidades que visitou, o que ficou mesmo comprovado é que o povo quer Lula na cadeia muito mais do que na presidência.

Diante disso ficará ainda mais em evidência se o STF livrar Lula da prisão. Será o golpe escancarado. Caso isso ocorra, só restará o caos institucional.

TRF-4 julga recurso de Cunha no mesmo dia em que analisa embargos de Lula e fragiliza ainda mais a narrativa petista

0

Os petistas estão irritados com o fato de os embargos de Lula serem julgados no TRF-4 com rapidez. Os desembargadores agendaram a sessão para a próxima segunda-feira, dia 26, mas os petistas queriam que demorasse mais. Eles alegam que há “celeridade” no processo, tentando forçar a narrativa de perseguição ao petista.

Acontece que no mesmo dia em que irá julgar os embargos de Lula, o TRF-4 também irá julgar recursos apresentados pela defesa de Eduardo Cunha. Sim, o Cunha, aquele a quem os petistas primeiro diziam que não seria punido, depois diziam que seria solto a qualquer momento.

Cunha, ao contrário de Lula, já está preso. Aliás, ele está preso há quase um ano e meio, mesmo tendo contra si acusações bem menos graves. Isso por si só destrói a narrativa petista.

 

Histórico da Lava Jato no STF mostra quatro anos de impunidade garantida

0

Em quatro anos de Lava Jato, na primeira instância (Curitiba e Rio de Janeiro), mais de 2 mil anos de cadeia já foram aplicados como pena a empresários e políticos que saquearam os cofres públicos, e com expectativa de confisco de mais de R$ 11 bilhões de reais. O STF, por outro lado, age como tartaruga. Vergonhosamente, o Supremo não condenou ninguém até agora.

 

Se depender do STF, a impunidade é garantida. São diversos os processos contra Gleisi Hoffmann, que hoje é presidente do partido. Ela não sofreu nenhuma penalidade até agora. No caso de outros réus, como o senador Aécio Neves, o Supremo já chegou a tomar decisões favoráveis.

Está claro que não há interesse algum na Suprema Corte em termos de fazer valer a lei. Não é por acaso que todos os políticos e investigados fazem questão de que seus processos caiam nas mãos dos ministros do STF. Eles sabem que as chances de prisão são reduzidas a zero.

Sempre servil a Lula, UNE entrega carta a Eunício contra prisão em segunda instância

0

A UNE, junto de diversos centros acadêmicos de faculdades públicas, entregou ao presidente do Senado, Eunício de Oliveira, um manifesto contrário à prisão após condenação em segunda instância.

Segundo o próprio site do Senado, o documento é dirigido à presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, que vem sendo questionada para pautar as ações que tratam da prisão em segunda instância no Pleno da Corte. Os estudantes estavam acompanhados dos senadores Lindbergh Farias e Vanessa Grazziotin, o que mais um vez evidencia a doutrinação escolar.

“É necessário ter um posicionamento contrário à prisão por condenação em segunda instância e à quebra por presunção de inocência que tem acontecido em diversos momentos, em diversos casos no nosso país. E pelo fato de o Congresso Nacional ser uma Casa que tem o dever de proteger a Constituição, nós tratamos com o presidente Eunício acerca disso”, afirmou Marianna Dias, presidente da UNE.

Esta é a entidade que diz ser independente e que afirma representar todos os estudantes do país, mas o que se vê é um caso claro de servidão aos interesses petistas.

Gesto de Quaquá caiu muito mal no PSOL por expor oportunismo do partido diante de morte de Marielle

0

Washington Quaquá, presidente do PT do Rio, anunciou publicamente a formação de uma frente de apoio a Marcelo Freixo para o governo do estado. Porém, a iniciativa pegou mal para o PSOL porque ficou ainda mais em evidência a exploração política da morte de Marielle Franco.

 

Diante disso o PSOL reafirmou que Freixo será candidato à Câmara e Tarcísio Mota ao governo do estado. Em nota, Freixo disse que fica “honrado” com a menção ao seu nome e que é favorável “ao diálogo e união das esquerdas”, mas que, “neste momento, nossas cabeças e corações estão totalmente engajados na luta por justiça e em favor da memória de nossa amiga e companheira de militância Marielle Franco”.

É claro que não. Mas o fato é que Quaquá se precipitou e entregou o jogo.

STF já se complica com o fato de que o HC de Palocci ainda não foi julgado

0

O Supremo começa a se complicar com esse julgamento do habeas corpus de Lula. Segundo o procurador Deltan Dallagnol, julgar o HC de Lula antes do de Palocci é no mínimo questionável, pois viola regras básicas da instituição.

O habeas corpus deve ser julgado  com prioridade no caso de réus que estão presos, como é o caso do ex-ministro Palocci. Lula, que está solto, não é um caso de urgência. Para o procurador, não faz sentido priorizar alguém que está livre e que ainda tem recursos sendo julgados em segunda instância.

Talvez isso esteja ocorrendo porque alguns ministros querem garantir que Lula nem seja “tocado”. Talvez eles queiram evitar que Lula sequer corra o risco de ir para a cadeia. Hoje, porém, estes ministros terão que se expor publicamente.

Se acontecer golpe no STF para salvar Lula, acaba não apenas a Lava Jato, mas a própria democracia sucumbirá no Brasil

0

A reunião que havia sido marcada para ontem foi reagendada e deve ocorrer agora à tarde entre os ministros do Supremo. Celso de Mello, o decano, foi o responsável por marcar o encontro com os colegas de Corte, e o motivo é simples: ele quer rever a prisão após condenação em segunda instância.

Seus principais auxiliares nisso têm sido Marco Aurélio Mello e Lewandowski, mas ele conta com o apoio de Gilmar Mendes, Rosa Weber e, é claro, de Dias Toffoli. Todos eles querem fazer pressão sobre Cármen Lúcia para que leve a questão ao plenário, apesar de ela já ter dito que não há razões para rediscutir o tema que já foi debatido duas vezes na casa, sendo a última em 2016.

Se os ministros conseguirem fazer valer sua posição, poderemos dar adeus a qualquer estabilidade no país. Ficará claro que a Suprema Corte tem partido e que ela é vermelha.

Suplente de vereador é assassinado em Magé, no Rio, mas seu caso é ignorado pela mídia

0

Um suplente de vereador de Magé (RJ), cidade da Região Metropolitana do Rio, foi assassinado com vários tiros por volta das 9h desta terça-feira (20). Paulo Henrique Dourado Teixeira, de 33 anos, era do PTB, informa o G1.

Segundo a polícia, o corpo foi encontrado na Estrada do Goiabal, em Pau Grande, distrito da cidade, que faz parte da Baixada Fluminense. Segundo o 34º BPM (Magé), Paulinho P9 foi morto à tiros dentro de um carro, por volta das 9h de terça, mas a Polícia Militar ainda não sabe qual seria a motivação do crime. De acordo com o delegado Leandro Costa, da DHBF, responsável pela investigação da morte de Paulinho P9, um amigo do político que estava no carro com ele e foi baleado na perna. O ferido foi medicado e prestou depoimento na delegacia.

A notícia tem sido veiculada timidamente em alguns jornais online, mas não passou disso. Nada de muito destaque. Talvez o fato de o suplente ser do PTB e não do PSOL tenha sido a razão de tão pouco destaque.

Site boatos.org mostra que é um boato dizer que MBL é “maior difusor de notícias falsas”

0

Desde que a imprensa nacional e internacional começou com a narrativa de que as eleições americanas e brasileiras foram influenciadas por fake news, em geral, segundo eles próprios, propagadas por blogs independentes, os blogs da esgotosfera petista passaram a fomentar um sem fim de publicações nas quais acusam os blogs e movimentos de direita desta prática.

Dentro desta narrativa, surgiram acusações especialmente contra o MBL, o Jornalivre, O Reacionário e também contra este blog, o Ceticismo Político – que, aliás, nem era bem um blog de notícias na época. No início de 2017, esquerdistas chegaram a inventar a falsa lista da USP, uma lista que continha os 10 sites que mais divulgam fake news no Brasil. Esta lista é falsa porque dizia-se basear em um estudo da USP que nunca ocorreu, conforme desmascarou o blog Modo Espartano.

Desta vez, porém, o site Boatos.org, um dos mais respeitados portais de fact-checking, fez uma verificação. O site já havia desmentido, também, a falsa lista da USP, ainda em janeiro de 2017, mas agora analisou especificamente as acusações contra o MBL e concluiu que elas também são falsas.

Na realidade, o que a extrema-esquerda tem feito é a repetição constante da mesma informação falsa que já foi comprovada como uma mentira. Eles tentam insistir nisso na esperança de que se esqueçam de que foram desmentidos. É como diria Goebbels: “Uma mentira repetida cem vezes se torna uma verdade.”