Palocci dá uma de “exigente” e quer que e-mails de Odebrecht fiquem fora do processo da Lava Jato

0
303

Segundo o portal UOL, a defesa do ex-ministro Antonio Palocci pediu nesta segunda-feira (12) ao juiz Sergio Moro que sejam retirados de um processo da Operação Lava Jato e-mails sobre a compra de um terreno pela Odebrecht e sua destinação para o Instituto Lula, que cuida do acervo histórico do ex-presidente Lula.

Ocorre que as mensagens foram entregues à Justiça em fevereiro por Marcelo Odebrecht, que tem acordo de delação premiada e comandava o grupo que leva o nome da família. Alguns dos e-mails do empresário citam “Italiano” como seu interlocutor para assuntos relativos ao terreno. Segundo delatores da Odebrecht, “Italiano” era o apelido usado para se referir a Palocci.

O que a defesa quer com isso é que Palocci consiga escapar de pelo menos algumas acusações, mas o fato é que o “Italiano” não está em posição de exigir muito. Até o momento, ele ainda não fechou seu acordo de delação premiada e permanece preso. Se continuar forçando a barra tende a ficar preso por bem mais tempo.