Reforma tributária de Trump é aprovada no Senado, para horror de bilionários como Soros

0
3629
Créditos da imagem: NICHOLAS KAMM/AFP/Getty Images

Aprovada no Senado dos EUA neste sábado, a reforma tributária proposta por Donald Trump reduz os impostos cobrados das empresas de 35% para 20%.

Mitch McDonnel (líder republicano no Senado) afirmou: “Temos a oportunidade agora de tornar a América mais competitiva, evitar que empregos sejam enviados para o exterior e proporcionar alívio substancial para a classe média”.

A questão é tão incômoda para os democratas que o placar foi de 51 a 49, com todos os 49 senadores esquerdistas votando contra. Pelo lado da direita, apenas o senador Bob Corker capitulou para a esquerda e votou contra, caso contrário o resultado teria sido 52 a 49.

Para bilionários como George Soros e outros de sua laia, a notícia é terrível, uma vez que eles dependem de alta carga tributária sobre as empresas para tirar os pequenos e médios players dos negócios. Com a nova reforma, a América volta a ser um dos lugares mais atrativos do mundo para se fazer negócios.

Ganham os empreendedores e os trabalhadores. Perdem aqueles setores que dependem de regulações para esmagar concorrentes e acabam levando propositalmente o desemprego ao povo. Hoje é dia de sádicos chorarem na cama quente.