Socialismo dando certo: cúpula chavista tinha mais de US$ 2 bi na Europa vindos de propina

0
967

Sobre o novo escândalo vindo da Venezuela, o procurador Ailton Benedito lança um comentário certeiro: “Eis mais uma prova de que o comunismo/socialismo/bolivarianismo/esquerdismo deu certo na Venezuela. A cúpula chavista torna-se bilionária, enquanto opositores são perseguidos, presos, torturados, assassinados, e o povo foge ou morre de fome”.

De acordo com matéria do Estadão, “Bancos de Andorra e da Suíça foram utilizados por pelo menos cinco anos pela cúpula do então presidente Hugo Chávez (1999-2013) para desviar US$ 2,3 bilhões da Venezuela, segundo o jornal espanhol El País. O dinheiro viria de subornos pagos em troca de contratos entre empresas estrangeiras e a PDVSA, a estatal de petróleo do país”.

“e a PDVSA, a estatal de petróleo do país”

“e a PDVSA, a estatal de petróleo do país”

“e a PDVSA, a estatal de petróleo do país”

“e a PDVSA, a estatal de petróleo do país”

Pois é. Agora se entende o papo de que existem “interesses estratégicos” em manter estatais petrolíferas.

 

“Estima-se que pelo menos 37 contas foram abertas em nome de empresas de fachada, todas no Panamá. Os pagamentos ocorreram entre 2007 e 2012 e envolveram uma dezena de pessoas e laranjas. Em grande parte, os subornos eram pagos por empresas estrangeiras que buscavam contratos com a PDVSA. Para camuflar os pagamentos, a rota do dinheiro incluía paraísos fiscais e bancos suíços”, diz a matéria do Estadão.

Os envolvidos incluem o ex-vice-ministro de Energia Nervis Villalobos (que elaborou a estratégia de fornecimento de energia no país), o ex-ministro Javier Alvarado (que também comandou a Corporación Eléctrica Nacional – Corpoelec) e o ex-presidente da PDVSA, Rafael Ramírez (que comandou a estatal por 12 anos”.

Entenderam porque a extrema esquerda odeia tanto as privatizações?