Surra de Lula no STJ enterra narrativa da “perseguição”

0
357

Merval Pereira, do jornal O Globo, foi assertivo em sua análise sobre a nova derrota unânime de Lula no STJ.

“Além do fato de que mais uma derrota do ex-presidente Lula na justiça por unanimidade tem um significado político importante, uma das consequências dela é que não se pode mais falar em perseguição. Mas o resultado da votação no STJ comprova que está sendo montado um sistema jurídico para evitar a impunidade. O ministro Ribeiro Dantas mostrou, em seu voto, que a volta da jurisprudência para permitir a prisão em segunda instância faz com que o sistema judicial penal brasileiro fique mais efetivo. A intenção é acabar com uma impunidade que vinha se agravando a cada tempo, porque havia uma infinidade de recursos e muito frequentemente a condenação não saía.”

Além disso, é bom lembrar, ontem mesmo o ex-presidente Lula afirmou a uma rádio baiana que confiava apenas nas duas instâncias superiores, no caso o STF e o STJ que o condenou.

Aliás, é bom lembrar, quem indicou os ministros que derrubaram seu pedido de habeas corpus ontem foi ele próprio e sua sucessora, Dilma Rousseff.